sexta-feira, 20 de maio de 2011

As diferenças...

Em 2005 fomos Campeões e festejámos uma semana (até à final da Taça).

Em 2010 fomos Campeões e festejámos quase 3 meses (até à Supertaça).

Pensei que o Presidente tinha aprendido em 2005 com tanto festejo, mas além de não ter aprendido, ainda piorou...

7 comentários:

  1. O PORTO e MERDA SAPUNARO MERDA E ..

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente. Não somos capazes de aprender com os erros.

    Fui ver a final ao Jamor e lembro-me de ver o Miguel (que para mim era o exemplo mais flagrante) a arrastar-se pelo campo exactamente por isso.

    ResponderEliminar
  3. Toni, o Miguel como o resto da equipa já se andava a arrastar muito antes dos festejos. Na altura ganhamos o campeonato com 12 jogadores... que foram exprimidos até ao tutano. O Benfica quando ganha é só no último suspiro porque não lhe estendem nenhuma passadeira vermelha.

    Quem festejou 3 meses foram os adeptos! Alguns dos jogadores quase nem férias tiveram. Foram os adeptos que embalaram a equipa para um sonho e mal surgiram os primeiros contratempos, levaram imediatamente a equipa para um pesadelo.

    Os erros dos dirigentes e da equipa técnica foram outros. Dos dirigentes foi confiar demasiado no valor dos jogadores que ficaram. Da equipa técnica começou por fazer um jogo amigável dias antes do primeiro troféu...

    ResponderEliminar
  4. http://adeternumslb1904.blogspot.com/2011/05/coragemprecisa-se.html

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  5. Tiago,

    foi o próprio presidente que disse que festejaram demais, não foram os adeptos: "Passámos demasiado tempo a celebrar o campeonato.", palavras de LFV.

    ResponderEliminar
  6. "Toni, o Miguel como o resto da equipa já se andava a arrastar muito antes dos festejos. Na altura ganhamos o campeonato com 12 jogadores... que foram exprimidos até ao tutano. O Benfica quando ganha é só no último suspiro porque não lhe estendem nenhuma passadeira vermelha.

    Quem festejou 3 meses foram os adeptos! Alguns dos jogadores quase nem férias tiveram. Foram os adeptos que embalaram a equipa para um sonho e mal surgiram os primeiros contratempos, levaram imediatamente a equipa para um pesadelo.

    Os erros dos dirigentes e da equipa técnica foram outros. Dos dirigentes foi confiar demasiado no valor dos jogadores que ficaram. Da equipa técnica começou por fazer um jogo amigável dias antes do primeiro troféu..."

    Tiago,

    concordo totalmente com o que disseste! dos melhores posts que li aqui no blog. também acho que os 12 de trapatoni estavam mais do que exprimidos...

    e esta época o erro do benfica foi achar que bastava substituir 1 por 1. di maria por gaitan, e ramires por salvio, quando o plantel que foi campeã já era desequilibrado.

    abraço

    ResponderEliminar