segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Força César, jogas muito à bola!!!


Os assobios com que um grupo de benfiquistas, até me envergonho de escrever isto, brindaram César Peixoto no jogo contra a Naval faz-me mais uma vez pensar naquele grupo de pessoas, a quem eu chamo "grupo dos tristes".
O "grupo dos tristes", muito vasto em Portugal, é constituido por aqueles que elevam a sua auto-estima criticando os outros.
Alimentam o ego com a desgraça alheia.
Tipicamente são também invejosos. Não conseguem conviver com o sucesso dos outros.
São aqueles que assobiam o Cristiano Ronaldo, e que ficam todos contentes ao dizerem que o Messi é que é o melhor do mundo.
Enfim são uns tristes, uns ressabiados que passam a vida a mandar os outros abaixo, pensando assim que afinal não são tão merdosos.

Força César, jogas muito à bola!!!

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. :) tu és dos Bons ricardo! muitos como tu e os colaboradores deste blog e o benfica era ainda maior! abraço

    ResponderEliminar
  3. Apoiado!

    Este tipo de atitude é uma coisa que a mim me revolta... Não entendo que se assobie um jogador da própria equipa...

    ResponderEliminar
  4. Não concordo com os assobios a qualquer jogador do Benfica. Agora não concordo que ele jogue muito à bola. Acho que é muito bom tacticamente, mas o Benfica precisa de um jogador com mais nervo.

    Bom blog o vosso.

    Abraço,

    David Lemos

    ResponderEliminar
  5. Caro David,
    aceito a opinião.
    Para mim, e como já deixei aqui expresso no blog, o César joga muito.
    Não sendo rápido está sempre bem posicionado, raramente perde em velocidade para alguem.
    Lembro o jogo do ano passdo na Luz contra o Porto em que frente ao Hulk e ao Varela não perdeu um lance.
    Em termos ofensivos decide sempre bem, com critério.
    Agora é um jogador que à minima falha é logo criticado, devido ao ser ar "langão".

    ResponderEliminar
  6. O posicionamento tático do César é muito bom. E isso nota-se quando ele faz o corredor com o Fábio. O Fábio joga ainda melhor quando está o César com ele daquele lado, com os dois a assegurarem as dobras um do outro. É uma dupla que tem resultado muito bem.

    ResponderEliminar